Conheça as principais características para emissão do CTe Globalizado

Foto do autor do post Marcos Tomaz

por

Marcos Tomaz

27 de ago de 2021

· 2 min de leitura

· 2 min de leitura

Foto do post Conheça as principais características para emissão do CTe Globalizado

O objetivo da criação do CTe Globalizado foi de facilitar as operações de transporte que envolvem várias notas fiscais, mas um único tomador, seja este o remetente ou destinatário.

Sendo assim, ao invés de emitir um Conhecimento de Transporte para cada NFe, a transportadora poderá emitir um único CTe de forma globalizada e é justamente isso que o diferencia de um CTe comum e garante mais agilidade na emissão de documentos.

Antes de a SEFAZ definir o CTe Globalizado, apenas os estados Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais podiam gerar um CTe com vários destinatários. Desde a vigência do CTe 3.0, todas as transportadoras podem emitir o CTe Globalizado, porém, deve-se ficar atento às legislações estaduais para garantir que a sua UF não tenha estipulado alguma exceção.

É importante utilizar-se de uma tecnologia especializada para evitar erros no preenchimento do documento, como um TMS (Sistema de Gerenciamento de Transportes) por exemplo,

e não esqueça de garantir que os requisitos legais sejam todos respeitados.

Qualquer empresa que está habilitada para emitir o CTe comum pode fazê-lo. Entretanto, a legislação traz alguns requisitos a serem preenchidos para emitir o CTe Globalizado:

- restrito a transporte estadual: toda a operação de transporte precisa ser feita dentro dos limites de um mesmo estado, o que inclui o carregamento da carga, o trajeto feito pelo veículo e o descarregamento no local de destino;

- envolver 5 ou mais NF-es: as cargas transportadas devem ter vinculadas, no mínimo, 5 Notas Fiscais eletrônicas (NF-es). É importante saber que a operação deve ter apenas um remetente ou destinatário;

- tomador é remetente ou destinatário: o tomador do serviço de transporte deve ser um dos remetentes ou destinatários que está vinculado ao CTe Globalizado.

Para saber outras dicas sobre este assunto, não deixe de assistir o vídeo a seguir.

Marcos Tomaz

Analista de Sucesso do Cliente, pai do Vicente, fã do futebol bem jogado e que aproveita o simples, porque o complicado a gente resolve.

Foto: Freepik

Links Relacionados

 

Conheça nossos eBooks

1