Averbação de Cargas no TMS

Além das questões operacionais, o transporte de cargas também envolve questões burocráticas, que são inseridas no momento da emissão de documentos e adequação junto à legislação vigente. Sendo assim, não tem como não falar sobre a questão de Averbação de Cargas no TMS.

Averbação de Carga é o procedimento de enviar as informações para seguradora sobre a carga transportada. Trata-se de uma questão importante, pois consiste em fazer um seguro para proteger os envolvidos no caso de algum sinistro, garantindo que o embarcador seja reembolsado e tanto ele quanto a transportadora não saiam prejudicados.

Para realizar uma averbação é preciso se atentar em algumas informações como: O valor da carga, o número do CTe e da chave de acesso, o número da apólice de seguro e aos dados do motorista e do veículo.

Você pode realizar o processo de averbação de cargas de duas formas: Manualmente, através do site da companhia seguradora ou automaticamente, de forma eletrônica, por meio de uma integração do sistema de gestão de transportes, (TMS) da transportadora, com o sistema da seguradora.

A averbação de cargas é obrigatória (de acordo com a resolução 247 da Susep) para todo transporte que é realizado dentro do território nacional, assim como o seguro obrigatório para as transportadoras, chamado de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Cargas (RCTR-C).

Ele garante que a transportadora esteja resguardada de qualquer prejuízo referente a sinistros da carga transportada e que receba o reembolso dos valores pagos em decorrência dessas situações.

A averbação de cargas é um processo indispensável (e obrigatório) para garantir a segurança das cargas e promover mais tranquilidade para todos os envolvidos no processo de transporte - garantindo que ninguém sofra com os prejuízos financeiros gerados pelos sinistros.

No vídeo abaixo falaremos mais sobre este tema.

Foto: Pixabay

0 Comentarios